Quais são as opções de contribuição ao INSS disponíveis para autônomos?

  • novembro 26, 2020

Trabalhar como autônomo pode ser interessante considerando o fato de ser dono do próprio negócio, e dessa forma, poder fazer seus próprios horários, organizar suas tarefas da maneira que achar necessário, entre outros fatores.

Contudo, é importante está assegurado em diversas situações como em casos de acidentes que não o permita trabalhar, auxilio paternidade, auxilio maternidade, pensões por morte ou invalidez e aposentadoria. Porém, para ter acesso a esses benefícios é necessário que haja a contribuição do INSS.

Considerado com um déficit gigantesco, o saldo da previdência deve piorar ainda mais devido as condições demográficas decorrente do aumento da expectativa de vida e baixa taxa de natalidade. Sendo assim, a contribuição do INSS se torna um seguro para sua renda futura e garantia de benefícios imediatos.

Etapas para pagamento

O processo de pagamento é bem simples, além de não exigir muitas burocracias pode ser finalizado em poucas etapas.

O Primeiro passo consiste em fazer a inscrição no Programa de Integração Social (PIS). No caso de já ter trabalhado de carteira assinada não será necessário pois você já foi inscrito, basta usar o número do PIS que consta da Carteira de Trabalho.

Como deseja contribuir como autônomo, deve selecionar a opção de “Contribuinte Individual”.

O Segundo passo se resume em escolher qual a categoria que deseja contribuir. A duas opções disponíveis diferem-se apenas dos benefícios que são assegurados ao contribuinte.

A opção do código 1007 é indicada para os que desejam pagar apenas 20% do salário mensal com o teto de R$5.645,80. Escolhendo essa opção o contribuinte poderá se aposentar por idade ou por tempo de serviço

A opção do código 1163 é indicado para os que pretendem pagar 11% sobre o salário mínimo. Essa possibilidade é indicada para aqueles que pretendem apenas contribuir para ter acesso aos benefícios, tendo em vista que quando for aposentar, receberão apenas um salário mínimo.

Após concluir as duas etapas, basta pagar a Guia da Previdência Social (GPS), sendo assim, o contribuinte deverá acessar o site todo mês para imprimir o documento e efetuar o pagamento, ou solicitar uma espécie de carnê que poderá ser preenchida manualmente. Os valores estão disponíveis na tabela de contribuição INSS 2021.

Após a guia em mãos, o prazo para pagamento é de até 15 dias do mês subsequente. E para consultar os pagamentos já efetuados, o contribuinte poderá consulta o Extrato INSS 2021 e ficar por dentro das contribuições já realizadas.

Realização do concurso do Ministério da Saúde

  • novembro 13, 2020

Foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 19 de setembro de 2016, a autorização para a realização do concurso do Ministério da Saúde (MS) em 2021. Serão ofertadas 102 vagas no total.

Falando do Ministério da Saúde, é importante frisar o sistema único de saúde, o SUS. Saiba como tirar a segunda via do Cartão SUS e quem tem direito a ele.

As vagas para o Concurso Ministério da Saúde 2021

O edital de abertura do concurso tem um prazo de seis meses para ser publicado. Ou seja, até 21 de março de 2021. As vagas estão divididas em três cargos: 34 para Administrador, 34 para Analista Técnico de Políticas Sociais e 34 para Contador.

Os três cargos exigem nível superior completo. Os aprovados e nomeados farão jus à remuneração inicial no valor de R$4.973,02 para os cargos de administrador e contador e R$6.202,88 para analista. Já incluso o valor do auxílio-alimentação, de R$458.

Último Concurso Ministério da Saúde 2021

O último concurso realizado para o órgão foi em 2013. A seleção teve 18.959 inscritos. A prova teve 120 questões. Divididas em: Conhecimentos Básicos (50) e específicos (70), além de uma redação. Foram reprovados na prova objetivas e eliminado do concurso os participantes que obtiveram nota inferior a: 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos, 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos ou 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

A prova aconteceu no dia 7 de julho de 2013, no período da manhã. Os candidatos tiveram 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. A inscrição só podia ser feita pela internet e a taxa era R$ 80,00 para todos os cargos.

Foram ofertadas 265 vagas divididas nos cargos de administrador (224), analista técnico-administrativo (16), bibliotecário (3), contador (7), economista (9) e engenheiros civil (3) e eletricista (3). Todos os selecionados foram convocados no ano seguinte e garantiram atuação sob o regime estatutário, que dá direito a estabilidade. A carga de trabalho é de 40 horas semanais.

Conhecimento Básicos para Concurso Ministério da Saúde 2021

No concurso de 2013, a prova de Conhecimentos Básicos tinha as seguintes temáticas:

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 3.1 Emprego das letras. 3.2 Emprego da acentuação gráfica. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.2 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Emprego dos sinais de pontuação. 5.4 Concordância verbal e nominal. 5.5 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.6 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescritura de frases e parágrafos do texto. 6.1 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.2 Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). 7.1 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.2 Adequação do formato do texto ao gênero.

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS): I Conhecimento do SUS: 1 Constituição da República Federativa do Brasil – Saúde. 2 Evolução das políticas de saúde no Brasil. 3 Sistema Único de Saúde (SUS): conceitos, fundamentação legal, financiamento, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde. 4 Vigilância em Saúde. 4.1 Indicadores de nível de saúde da população. 4.2 Doenças de notificação compulsória. 5 Participação popular e controle social. 6 O Pacto pela Saúde. 7 Sistema de informação em saúde. 8 Política 20 Nacional de Educação Permanente em Saúde. 9 Planejamento estratégico em saúde. 10 Política Nacional de Humanização do SUS. II Legislação do SUS: 1 Constituição Brasileira, do art. 196 ao 200. 2 Lei nº 8.080/1990 e Lei nº 8.142/1990 (Sistema Único de Saúde). 3 Decreto nº 7.508/2011.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO:1 Ética, princípios e valores. 2 Ética e democracia: exercício da cidadania. 3 Ética e função pública. 4 Ética no Setor Público. 4.1 Código de Ética Profissional do Serviço Público – Decreto nº 1.171/ 1994. 4.2 Lei nº 8.112/1990 e alterações: regime disciplinar (deveres e proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades) 4.3 Lei nº 8.429/1992: das disposições gerais, dos atos de improbidade administrativa.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1 Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelas verdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis de De Morgan. 3.5 Diagramas lógicos.4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

Passo a passo para fazer as inscrições BBB

  • outubro 27, 2020

Aprenda passo a passo como fazer as inscrições BBB 2021, continue lendo e descubra aqui o passo a passo para realizar a sua inscrição na casa mais vigiada do Brasil. As inscrições BBB 2021 são divididas em duas etapas: as seletivas regionais e seletivas nacionais. Tudo isso para concorrer a um prêmio de 1,5 milhão de Reais, e de quebra, ficar famoso na TV.

As inscrições para o Reality Show estão abertas, e podem ser feitas através do portal Gshow, da Globo.com. Serão vários meses de seletivas, e a equipe de seleção vai viajar o Brasil inteiro em busca de candidatos para a estreia do Big Brother.

Inscrições BBB 2021 – Como se Inscrever no programa?

Para o programa BBB 2021, a Globo resolveu antecipar as inscrições, sendo que elas já se iniciaram desde do mês de maio. O processo para as inscrições BBB 2021 é bem simples, mas como são milhares de candidatos, você vai precisar ter muita sorte e ser bem original. Para se inscrever, o primeiro passo é saber se você se enquadra nos requisitos do programa:

Requisitos para se inscrever:

  • Ter 18 anos de idade ou mais;
  • Morar em território brasileiro (caso seja estrangeiro, precisa provar a regularidade/legalidade);
  • Precisa ter postado seus vídeos segundo os critérios de seleção.
  • Como se inscrever no Big Brother 21:

Para fazer a inscrição BBB 2021 regional, basta:

  • Acessar o site do GShow no site da globo clicando aqui;
  • Preencha todos os requisitos necessários:
  • nome
  • idade
  • CPF
  • sua cidade natal
  • Profissão

Informações Adicionais

Indique pessoas que podem confirmar dados sobre você

  • Enviar pelo menos 3 e no máximo 10 fotos suas (coloridas);
  • Informar perfil em redes sociais, que contenha pelo menos 5 fotos suas;
  • A equipe de seleção vai avaliar seus dados, e se você for aprovado, será chamado para as seletivas nacionais.

Se você for selecionado, passará para a segunda etapa do processo, que vai ser realizada mais para o fim do ano, as famosas seletivas BBB 2021, com entrevistas e outras etapas eliminatórias.

Seletivas Nacionais

Já para a seleção nacional, o processo é o mesmo, só que ao invés de enviar suas fotos, será necessário:

  • Faça um vídeo de até 3 minutos;
  • Seja criativo e verada em seu vídeo;
  • Conte um pouco sobre você e o porquê que gostaria de estar nessa edição do BBB.

Assim, são duas as chances de ser selecionado, seja na inscrição regional, seja na nacional. Caso não for contatado pela equipe da Globo em nenhuma das duas inscrições, quer dizer que o seu perfil não agradou e você já foi eliminado do processo logo na primeira etapa.

Como se cadastrar em programas sociais?

  • setembro 30, 2020

Veja abaixo a lista de enquadramento e valor do Bolsa Família 2021:

  1. Benefício Básico – Valor de R$ 77,00;
  2. Benefício Variável Vinculado à Criança ou ao Adolescente de 0 a 15 anos – Valor de R$35,00;
  3. Benefício Variável Vinculado à Gestante – Valor de R$35,00;
  4. Benefício Variável Vinculado à Nutriz – Valor de R$35,00;
  5. Benefício Variável Vinculado ao Adolescente – Valor de R$ 42,00, até dois por família;
  6. Benefício para Superação da Extrema Pobreza – Valor calculado individualmente para cada família;
  7. No dia do cadastro e da inclusão no programa, o beneficiário saberá o quanto receberá de benefício, além das informações necessárias sobre o programa, assim como o calendário e a tabela de pagamento.

Consulta Saldo Bolsa Família

É possível consultar o saldo do Bolsa Família através de uma página dentro do site da Caixa Econômica Federal. É possível realizar a consulta por meio de UF, cidade ou por família. Para tal, o beneficiário deverá entrar na página citada abaixo e escolher uma das opções disponíveis.

  • Acesse o site: www.beneficiossociais.caixa.gov.br;
  • Escolha um dos três tipos de consulta (UF, Município, Família);
  • Selecione a opção que enquadra sua consulta;
  • Preencha os dados corretamente;
  • Clique em “CONSULTAR”.

Por exemplo, se você quiser realizar uma consulta ao Bolsa Família do saldo por nome, é possível faze-lo clicando na opção. Depois é só inserir o NIS e o nome completo do responsável pelo benefício. Ao informar esses dados e clicar em consultar, dentro de poucos instantes você saberá se o benefício já está disponível.

Além da consulta pela Internet, ainda é possível realizar a consulta Bolsa Família em qualquer agência do Caixa. Basta levar o cartão cidadão/bolsa família, apresentar a atendente e informar que você deseja realizar a consulta.

Aplicativo Bolsa Família da Caixa

Se você possui um smartphone, então o aplicativo do Bolsa Família pode ser a solução ideal para você saber todas as informações importantes acerca de seu benefício. O aplicativo é disponibilizado gratuitamente para todas as plataformas, como Android, iOs e Windows Phone.

No aplicativo Bolsa Família, é possível consultar o calendário, saldo, informações e uma série de outros recursos essenciais para qualquer beneficiário do programa. Tudo que é preciso para utilizar o aplicativo do Bolsa Família é baixar o app e informar o número de seu NIS. Feito isso, você poderá acessar suas informações assim que quiser (e tiver conexão com a internet, é claro).

O que você achou do nosso superartigo sobre o Bolsa Família 2021? Conseguiu sanar suas dúvidas em relação ao cadastro, cartão e o saldo? Caso você possua alguma dúvida, deixe um comentário para que a gente ou algum outro usuário possa te ajudar na sua questão.

Como Saber o Número do PIS/ PASEP: Pela Internet

  • setembro 11, 2020

Se o trabalhador não foi orientado sobre como saber o número do PIS/PASEP, este deve procurar uma agência da Caixa ou Banco do Brasil. Outra opção de como saber o número do PIS/PASEP é fazendo a consulta online, o processo é simples e solicita a inserção de dados de identificação do indivíduo.

O que são PIS e PASEP?

Tanto o Programa de Integração Social (PIS) como o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), são benefícios garantidos aos trabalhadores e previstos em Lei.

A diferença é que o PIS é concedido aos contribuidores da rede privada, e o PASEP da rede pública. O abono salarial concedido por intermédio desses programas é uma gratificação pelo tempo de contribuição do funcionário.

O valor pago pode chegar a um salário mínimo federal o que hoje equivale a R$998. Esta quantia é concedida ao trabalhador que atuo na empresa durante os 12 meses do ano base.

Para o pagamento os beneficiados devem receber o benefício do PIS por intermédio da Caixa Econômica Federal. E os inscritos no PASEP sacam o dinheiro no Banco do Brasil.


Quem tem direito ao PIS e PASEP 2021?

Como foi dito, quem tem direito ao PIS e PASEP 2021 são trabalhadores da rede pública e da rede privada. Mas, não são todos os funcionários que recebem o benefício.

O público que deve receber o abono é identificado a partir do número do PIS/PASEP, e deve preencher aos requisitos:

  • Receber rendimento mensal de até 2 salários mínimos;
  • Estar cadastrado no Pasep / Pis há pelo menos cinco anos;
  • Ter trabalhado no mínimo 30 dias no ano base de referência do benefício;
  • Seja informado corretamente no Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano base em referência.

O pagamento pode não ser efetuado caso haja algum erro na inclusão do trabalhador no RAIS, por isso é interessante conversar com a equipe de RH da empresa caso conste esse impedido.


Número PIS/PASEP 2021

A sequencia do número PIS/PASEP 2021 serve para identificar os funcionários que por direito recebem o abono salarial. O número é gravado no cartão de saque do beneficiado, como o Cartão Cidadão concedido aos inscritos no PIS.

A identificação pode ser consultada na própria Carteira de Trabalho, pois é a mesma sequencia numérica contida no documento. Sendo intransferível e única, já que marca o registro de cada trabalhador.

O número fica exposto como na imagem acima, e é emitido logo quando a primeira via da Carteira de Trabalho é solicitada.

Caso não saiba qual a identificação, ou desejar ter acesso ao número de PIS / PASEP de um familiar falecido, uma boa opção é comparecer até uma agência da Caixa ou Banco do Brasil e pedir que seja feita a consulta. No caso de terceiros é necessário comprovar o vínculo.


Como saber o número do PIS/PASEP?

Além da consulta na Carteira de Trabalho, é possível verificar a identificação dos benefícios do PIS e PASEP via internet. Ressaltando que essa sequencia é importante para o acesso ao extrato de pagamento do programa, solicitação do benefício e consultas em geral.

A forma de como saber o número do PIS/PASEP via internet é acessando o portal do CNIS. No site o trabalhador insere os seus dados e tem como resultado da pesquisa o número do benefício.

  • Acesse o CNIS e selecione ‘Cidadão’;
  • Na opção ‘Inscrição’ no canto superior da página, escolha ‘Filiado’;
  • Preencha os dados solicitados pelo portal e por fim tenha acesso ao número do benefício de direito.

5 Erros Mais Cometidos em Redações

  • agosto 24, 2020

A maioria dos sistemas de aprovação em concursos e universidades dispõem também de uma redação, além das tradicionais provas. Vestibular próprio, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e até avaliações como o simulado Encceja trabalham com questões acompanhadas de uma proposta de redação.

Por isso, não tem jeito! Se você vai passar por algum exame em breve, é preciso se sair bem na redação e não somente absorver os conteúdos que você terá que lidar na prova. Veja a seguir os 5 erros mais cometidos em redações e evite-os a todo custo.

Para garantir o seu sucesso em qualquer exame, é preciso estar preparado! Fique atento aos materiais online que estão disponíveis e apostilas com resposta. Para quem vai realizar o Encceja nos próximos meses, uma boa dica é baixar a apostila Encceja 2021 PDF e estude com antecedência para a prova.

O que acontece com muita frequência, é que os alunos focam na matéria e esquecem de se preparar para a parte escrita dos exames. Acompanhe abaixo erros muito cometidos nas provas de redação.

Gírias da Internet

O domínio da norma culta do português representa uma grande porcentagem da nota da redação, por isso, nada de usar gírias e abreviações comuns da internet no seu texto. Cuidado com a sua forma de se expressar!

Desrespeito com os Direitos Humanos

É importante não ser radical e saber expressar seu ponto de vista sem se colocar no texto e sem ser pessoal. Não defenda seu ponto de vista com opiniões, mas com fatos e preste atenção se não está indo contra os Direitos Humanos.

Conjugação indevida do verbo “Fazer” e “Haver”

É muito comum errar a conjugação desses verbos e alguns casos. O verbo “fazer” quando está impessoal e exprime tempo m uma sentença, ou seja, o correto é “Faz cinco dias” e não “Fazem cinco dias”.

Com o verbo “haver” no sentido de existir acontece a mesma coisa. A verdade é que nesta significação o verbo é invariável. Ou seja, é certo afirmar que “Havia muitas pessoas” e não “Haviam muitas pessoas.”

Não saber usar conectivos

Usar conectivos demais ou não saber usá-los corretamente é outra situação que acontece muito em redações. Para evitar esses erros, é recomendado ler bastante e saber separar duas informações diferentes na mesma sentença para decidir se é necessário o uso de conectivos ou não e qual usar.

Generalizar

Muito cuidado com as afirmações absolutas. As palavras: sempre, todos, com certeza, nunca, sem exceções devem ser evitadas a menos que você tenha 100% de certeza do que estiver afirmando.

Como fazer Renovação do FIES? Preparamos um passo-a-passo

  • junho 29, 2020

A renovação do FIES deve ser feita todos os semestres. O processo faz com que o Governo Federal não prenda a verba com um aluno que não esteja frequentando a universidade, verificar a regularidade da instituição e ter controle sobre o programa. A renovação, chamada de aditamento, é um processo eletrônico e simples de ser feito, onde o estudante deve estar a par do regulamento do FIES 2021.

Como fazer Renovação do FIES passo a passo

Todos os estudantes inscritos no programa devem fazer a renovação periódica. Como é um procedimento obrigatório a todos com o FIES regularizado, a instituição de ensino frequentada pelo aluno em sua Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) envia um e-mail para o procedimento.

O aluno deve abrir o e-mail e clicar no link para colocar seu login e senha no sistema do SisFIES. O passo a passo seguinte é:

  • Entrar no site do Fies clicando aqui;
  • Clicar no link “Aditamento Preliminar” na barra lateral esquerda de sua tela;
  • Na próxima página após carregada deve-se clicar em “Realizar Aditamento”;
  • Preencher os dados corretamente e clicar em enviar para o sistema.

Uma folha de confirmação será gerada na sua tela. Imprima e leve para o setor de FIES de sua universidade ou faculdade. Pronto, seu financiamento está devidamente renovado.

Feita a renovação é preciso mais se preocupar com este processo até o final do semestre. Checar os dados no sistema é importante, mas depois de impresso o comprovante seu FIES está garantido.

Se a renovação do FIES não for feita, o que acontece?

O aditamento é a renovação do contrato de financiamento estudantil do aluno com a instituição de ensino, o programa e seu compromisso com o pagamento. Caso não seja feito a matrícula pode ser suspensa e o aluno deverá normalizar a sua situação ou pode perder o semestre.

A renovação possui prazo para ser realizada, sempre entre os semestres de estudo. Ou seja: se você está no segundo semestre o prazo é entre janeiro a março do ano seguinte. Caso esteja finalizando o primeiro semestre deve fazer a renovação entre junho e agosto do mesmo ano.

Posso perder o FIES se não fizer a renovação?

É possível perder o financiamento caso não seja renovado adequadamente. O sistema busca periodicamente alunos que não fizeram a renovação para abrir novas vagas. Afinal, como comprovar que o aluno está estudando se ele não se mostrou presente ao menos ao final do semestre?

Erros na renovação também podem causar o cancelamento da participação do estudante no programa. Caso isso aconteça é importante levar o comprovante de renovação impresso tanto à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) como à instituição financeira que fez o financiamento.

Ir até o banco não significa renovar o financiamento

Ir até a instituição financeira a qual o contrato foi assinado e está guardado não ajuda. Todo o sistema do FIES é eletrônico e deve ser feito em seu próprio site. Conferir se as informações estão corretas é importante. O próprio programa do MEC em parceria com o Governo Federal envia os dados do aluno para a instituição financeira após o cancelamento ou suspensão por alguma irregularidade.

Créditos, uma boa opção para estudar

  • junho 6, 2020

No México, há créditos (e são solicitados) para comprar carros, casas e até mesmo para ir de férias. Para estudar, poucos estudantes universitários os pedem. Os credores dizem que é por causa da ignorância; os alunos dizem que ter um é caro e complicado.

Quando a escola do jornal El País o informou de ter obtido um dos 30 lugares que ele abre todos os anos, o repórter mexicano de 28 anos acreditava ter conseguido obter o mais complicado. Mas a bolsa de estudos não estava completa. O que ele conseguiu foi o direito de estudar na prestigiada instituição.

Você não pode perder a oportunidade. Ele tirou proveito do primeiro minuto dos três meses que ele recebeu para fazer o depósito, porque se ele não entendesse, ele não estudaria no exterior. Ele se aproximou das instituições bancárias, também das Sociedades Financeiras de Múltiplos Objetivos (Sofom), especializadas em crédito educacional.

Neste artigo fala-se especificadamente do México, no entanto, no Brasil também há um sistema de crédito estudantil. Programas como o Quero Bolsa são quem financia os custos de cursos de nível superior.

O Governo brasileiro está sempre buscando auxiliar o cidadão, por isso, se você não concluiu o ensino no tempo regular, agora é possível realizando a prova do Encceja, para isso, basta se enquadrar em alguns requisitos.

Como funciona o financiamento dos bancos

 “Os bancos não financiam estudantes que vão para o exterior. E o Sofom pede apoio das ações de alguns imóveis. O que eu tive que experimentar é que o financiamento é caro e o acesso a ele é complicado “, diz ele.

No México, existem cinco grandes empresas que oferecem empréstimos educacionais, especialmente para estudantes universitários: Finae (Sofom), Finem (Sofom), Laudex (Sofom), Santander (banco) e HSBC (banco).

“Entre os cinco concedemos 12 mil créditos nos últimos cinco anos”, diz Enrique Prieto, CFO da Finae.

Dos 11 milhões de jovens de idade escolar no México, apenas três milhões atendem a aulas de ensino superior. Dos oito milhões que não vão, 40% não terminaram o ensino médio, e esse é o principal obstáculo para o qual eles não podem passar para a próxima série, então há 4,8 milhões de jovens que podem ir, mas que não conseguem um lugar em nenhuma universidade pública.

Desta forma, o mercado potencial para empresas financeiras é atualmente 4,8 milhões de crianças. E a essa figura a cada ano são adicionados 500 mil novos rejeitados.

Inacessível

O aspirante a estudar na escola de jornal El País na Espanha conseguiu obter os 13.000 euros que precisava para viajar. Metade dos recursos foi emprestada por um Sofom e a outra parte foi obtida com familiares e amigos. Para o primeiro, você deve pagar uma taxa de juros anual de 18%.

Agora ele está estudando o estágio final dos dois anos que o mestre dura, mas detalha que “era difícil alcançar seu objetivo, especialmente porque os atos da casa de meus pais tinham que permanecer como garantia. E também deixe aberto para eles a conta de folha de pagamento da minha irmã para que eles possam extrair o pagamento mensal do crédito “. Sem uma rede familiar forte, uma propriedade imobiliária e um membro da família com uma conta bancária ativa, seria impossível obter o dinheiro.

O crédito disponível é insuficiente para garantir que uma boa parte dos jovens mexicanos – na sua idade e as condições para fazê-lo – estudar um diploma de bacharel. As bolsas concedidas pelas empresas através dos seus programas de responsabilidade social; Os governos federal, estadual e municipal com recursos públicos e outras organizações filantrópicas nacionais e internacionais complementam a oferta, mas não têm um peso significativo e não são classificados como financiamento porque não há retorno dos recursos fornecidos e são doações.

Na área de crédito, há também bancos de desenvolvimento que operam com recursos públicos, mas não fornecem financiamento direto, mas através de outros números, como o Sofom.

Como funciona?

Um banco de desenvolvimento como Nacional Financiera (Nafin) possui o Programa Nacional de Financiamento do Ensino Superior, através do qual disponibiliza aos bancos e Sofom os recursos a serem alocados para estudantes com taxa de juros definida, um plano de pagamentos concretos, e que depois de um tempo eles o devolvem a Nafin. Desta forma, o banco de desenvolvimento tem recursos para emprestar novamente e continuar o ciclo de crédito.

O que os bancos e Sofom ganham?

Parte da taxa de juros cobrada ao mutuário é o pagamento por fazer o trabalho de avaliação do cliente e acompanhamento do pagamento da dívida.

Finem é um dos Sofom que funciona lado a lado com Nafin. Oferece financiamento a uma taxa de juros de 13,9% para um prazo de até 15 anos (três vezes mais que a duração do diploma, apostando que o graduado acaba pagando uma vez que ele trabalha). A linha dos empréstimos varia de 150.000 para 400.000 pesos para cursos de três a quatro anos.

No Brasil também existem programas que beneficiam seus estudantes disponibilizando o financiamento em instituições de ensino superior públicas ou privadas e os mais comuns são o Sisu, Prouni e Fies. Mas para isso os interessados devem ficar atentos a hora do enem simulado.

Oportunidade a quem deseja realizar cursos em instituições privadas gratuitamente

  • maio 18, 2020

Se você está buscando uma maneira de estudar em instituições particulares sem pagar a mensalidade integral, pode encontrar no Educa Mais Brasil 2020 sua grande chance! Hoje, vamos mostrar a você como esse programa funciona e te passar algumas informações importantes como o Educa Mais Brasil 2020 telefone, os cursos, como fazer a inscrição e muito mais. Para conferir o Educa Mais Brasil 2020 telefone e todas as outras informações, continue conosco!

Educa Mais Brasil 2020 Telefone

Criado há 11 anos, o programa Educa Mais Brasil já beneficiou muito mais de 300 mil pessoas ao redor de todo o país. Quer saber como? Nós explicamos!

Notou-se um interesse muito grande por parte de milhares de brasileiros de estudar em instituições particulares. Porém, ao mesmo tempo, notou-se também que a maioria desses brasileiros, embora tivessem interesse, não tinham condições financeiras de arcar com os valores das mensalidades de forma integral. Foi então que surgiu o programa Educa Mais Brasil.

Oferecendo bolsas de estudo de até 70% em diversas instituições espalhadas pelo país, o Educa Mais Brasil possibilitou que muitas pessoas pudessem ingressar em escolas e universidades, iniciando ou aprimorando seus estudos para adquirir ainda mais conhecimentos e aumentar suas chances de sucesso no mercado de trabalho.

Considerado uma iniciativa de inclusão educacional e social, o Educa Mais Brasil 2020 oferece bolsas de estudo para cursos de educação básica, cursos técnicos, cursos, profissionalizantes, cursinhos pré-vestibular, cursos de graduação e pós-graduação e até cursos de idioma. Se você sempre adiou os estudos porque faltava dinheiro, agora você não terá desculpa!

Mais à frente, informaremos o telefone Educa Mais Brasil para que você possa entrar em contato para tirar suas dúvidas ou verificar o andamento de sua candidatura. Porém, antes disso, vamos falar um pouco mais sobre os cursos e as bolsas oferecidas pelo Educa Mais Brasil 2020.

Cursos e Bolsas

Cursos

Como informamos, os cursos para os quais o Educa Mais Brasil 2020 disponibiliza bolsas podem ser de diversas modalidades. Há mais de 150 mil bolsas de estudo disponíveis e as instituições estão espalhadas por todo o Brasil, aumentando suas chances de obter um ensino de qualidade sem gastar muito.

Todos os cursos disponíveis podem ser encontrados no portal, ou para mais informações, no Educa Mais Brasil 2020 telefone. Clique aqui para acessar.

Bolsas

Com bolsas de até 70% de descontos, os alunos podem economizar muito no valor das mensalidades. Imagine que o seu curso de interesse tenha uma mensalidade de R$ 1.000,00. Se você conseguir uma bolsa de 70%, pagará apenas R$ 300,00. Não é milagre e nem falcatrua, é o programa Educa Mais Brasil atuando a favor dos brasileiros e contribuindo para o desenvolvimento do país.

Telefone e Contato

Se você quer entrar em contato com a equipe do programa através do Educa Mais Brasil 2020 telefone, ligue para:

  • 4007-2020 (capital e regiões metropolitanas)
  • 0800 724 7202 (demais localidades)

Se preferir, acesse essa página, preencha o formulário de contato e aguarde o retorno. Você precisará digitar seu CPF para poder preencher o formulário.

Estados que oferecem CNH de forma gratuita

  • maio 14, 2020

Para você participar e conseguir a sua Carteira Nacional de Habilitação gratuita, é necessário primeiro conhecer quais são os estados com CNH Social 2020. Se o local onde você mora estiver na lista de estados com CNH Social 2020, então você poderá usufruir deste benefício oferecido pelo Governo Federal.

Centenas de pessoas já utilizaram esse serviço oferecido pelo Governo Federal por não terem condições de pagar para emitir a CNH de modo convencional.

O programa CNH Social, conhecido também como CNH Popular, oferece de forma gratuita todas as etapas do processo de emissão da CNH. O beneficiado não pagará por nenhuma etapa. O benefício abrange exames, provas obrigatórias e emissão do documento.

Esta iniciativa do governo beneficia todas as pessoas mais vulneráveis economicamente na sociedade, como desempregados e ex-presidiários.

Requisitos da CNH Social

Todos os estados com CNH Social 2020 possuem requisitos específicos para poderem oferecer de forma gratuita a CNH. Esses requisitos foram elaborados justamente para fazer com que a oferta desse benefício seja justa.

Confira quais são esses requisitos:

  • Possuir idade superior a 18 anos;
  • Possuir uma renda per capita familiar mensal de até 2 salários mínimos;
  • É preciso também que o cidadão saiba ler e escrever;
  • Estar desempregado há pelo menos 1 ano;
  • Ser beneficiário de algum programa social como o Minha Casa Minha Vida ou Bolsa Família;
  • Estar com o cadastro em dia no CadÚnico;
  • Ser egresso ou estudante de escola pública.
  • Pode haver pequenas diferenças em um requisito ou outro de acordo com o estado.

Inscrição nos Estados com CNH Social

As inscrições são, na maioria das vezes feitas, de forma totalmente online, ou seja, pela internet. Para isso, você precisa ter apenas um computador ou algum dispositivo conectado à Internet.

As datas para 2020 ainda não foram divulgadas, portanto, será necessário acompanhar todas as informações que forem divulgadas oficialmente em breve.

Como Fazer o Cadastro

Depois de ter verificado todas as condições necessárias exigidas por todos os estados com CNH Social 2020 e ter concluído que você pode ser beneficiado pelo programa, será necessário, então, realizar o seu cadastro para conseguir a sua CNH.

Esse cadastro é muito simples de ser realizado, você precisará apenas seguir algumas dicas que vamos te ensinar. Veja abaixo:

  • Pesquise qual é o site do Detran do seu estado (os links estarão no próximo tópico);
  • No campo de busca, procure por CNH Social ou CNH Popular;
  • Siga as instruções de inscrição e conclua o seu cadastro.

Lista dos Estados com CNH Social

Como nós dissemos, nem todos os estados possuem parceria com o governo e oferecem o programa CNH Social. É preciso verificar no seu estado se existe essa disponibilidade.

Os estados que possuem esse programa no momento são: Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, entre outros.

É bom ressaltar que o SEST (Serviço Social do Transporte) e o SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) também são parceiros desse programa e oferecem a CNH gratuitamente. Informe-se no seu estado!