Como se cadastrar em benefícios sociais do Governo

  • agosto 15, 2019

Para fazer o cadastro no Bolsa Família 2020 inicialmente você deve se inscrever no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), que pode ser realizado diretamente na prefeitura ou no CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) do seu município. Depois de inscrito no CadÚnico, você deverá solicitar o bolsa família cadastro na prefeitura da sua cidade, comparecendo no local com os seguintes documentos:

  • Responsável titular: Identidade, CPF ou título de eleitor;
  • Membros da família: Qualquer documento de identificação, como RG, CPF, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento ou carteira de trabalho. Por precaução, recomendo que leve todos os documentos pessoais de cada membro da família;
  • Comprovação de rende familiar, no caso será necessário que a família comprove que vive com valor igual ou superior a R$ 77,00 mensais e por isso necessita do benefício;

Seleção Bolsa Família

Vale lembrar, que não são todas as famílias que realizam o bolsa família cadastro que recebem o benefício, existe um processo de seleção realizado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome). A seleção é feita de forma automática, dando preferência para as famílias com menor renda.

Como Receber o Benefício

Para receber o benefício, é necessário possui o cartão Bolsa Família, esse cartão é emitido automaticamente após a aprovação da família no programa. O cartão pode ser recebido em casa através dos correios ou retirado pessoalmente em uma agência da Caixa, essa questão varia de acordo com a cidade. Após receber o cartão do Bolsa Família, o beneficiado precisa ir até uma agência da Caixa ou casas lotéricas para efetuar o cadastramento da senha e poder sacar o benefício.

Calendário Bolsa Família

Depois de cadastrado no programa e com o cartão Bolsa Família em mãos, o beneficiado deve estar atento ao calendário bolsa família 2020, pois nele constam as datas nos quais serão realizados os pagamentos mensais do benefício. Além disso, também é possível consultar saldo bolsa família pela internet e saber quando o seu benefício está disponível para saque.

Próximo lote do Abono Salarial PIS

  • agosto 15, 2019

O Programa de Integração Social, também conhecido pela sigla PIS, tem uma importância muito grande para milhares de trabalhadores, que dependem desse tipo de apoio para poderem ter uma qualidade de vida mais satisfatória.

Assim, o pagamento do abono salarial, que é uma espécie de décimo quarto salario, tem uma importância única na vida de milhares de pessoas, já que esse salário mínimo pago ao final do ano, serve para as pessoas acertaram suas vidas, pagar contas atrasadas, além de milhares de outras ações que elas tomam ganhando esse dinheiro do Governo.

Por isso, é importante saber quando vai sair o próximo lote da tabela PIS 2020, já que o pagamento desse benefício vai ser divido durante todo o ano de 2017, por conta da crise econômica e falta de verba no caixa do Governo.

Valor do abono salarial

O abono salarial pago no ano de 2017 sofreu um reajuste devido ao aumento do salário mínimo, desse modo, ele passou de 860 reais, como era até 2016, para o valor de 937, igual ao que Governo ordenou que fosse o salário mínimo.

Com esse aumento, o Governo Federal vai ter um gasto maior em cima do pagamento desse benefício, até por isso, a questão de parcelar o pagamento em várias partes durante o ano, tem uma importância ainda maior.

Próximo grupo a sacar o abono salarial

O pagamento do abono salarial é feito conforme o mês que cada pessoa nasceu, ou seja, de acordo com a data de nascimento que cada um tenha, é que se determinou essa ordem dos pagamentos

Assim, nesse mês de fevereiro, a consulta PIS poderá ser realizada pelas pessoas que nasceram nos meses de março e abril. O saque deve ser sempre realizado nas agências da Caixa Econômica Federal pelos empregados da iniciativa privada.

Lembrando que para executar esse saque, é necessário levar um documento de idêntica com foto, o seu cartão cidadão e também a senha utilizada nesse cartão, para que esse pagamento seja liberado pelo funcionário.

Para se ter direito ao saque desse PIS, é preciso que você tenha trabalhado pelo menos um ano em uma mesma empresa, tenha todos os tributos junto ao Governo Federal corretamente quitados e também uma questão importante é estar matriculado dentro do Caixa PIS 2020 por pelo menos cinco anos e também ter informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (Rais).

Se qualquer um desses critérios mencionados não forem cumpridos, o abono salarial não será pago. Por isso, preste atenção nos requisitos, para não tem uma viagem perdida até uma Agência da Caixa Econômica Federal e pior, planejar um pagamento de alguma conta ou dívida atrasada, com esse dinheiro, o qual, não será depositado por falha em algum aspecto obrigatório a se cumprir.

Assim, antes de ir para essa agência, confira todos os documentos e veja se cumpre todos os requisitados obrigatórios exigidos pelo Governo para exercer esse pagamento do abono salarial ao final do ano.

Como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista

  • maio 21, 2019

Você sabe o que é a NFP? Toda vez que você realizar uma compra em um estabelecimento conveniado, o consumidor poderá ter uma parte do valor gasto retornado em forma de créditos. Muita gente não sabe, mas o Governo de São Paulo lançou esse programa com o intuito de diminuir a sonegação de impostos por parte dos comerciantes, lojas do varejo e prestadores de serviço.

Confira a seguir mais informações a respeito desse programa, e saiba como você pode se beneficiar disso.

Como consultar os créditos disponíveis na minha conta

Antes de realizar o primeiro saque, o usuário deverá fazer primeiro uma transferência de 25 reais para comprovar a legitimidade da conta com o CPF cadastro na nota Fiscal Paulista.

  1. Entre no site da NFP, a partir do seu navegador predileto, através do seguinte endereço: https://www.nfp.fazenda.sp.gov.br/login.aspx?ReturnUrl=%2f e clique entrar.
  2. Caso ainda não possua um cadastro, clique em cadastro de pessoa física ou jurídica (de acordo com a sua realidade) e cadastre sua senha.
  3. No próximo passo, insira o número do seu CPF e a senha recém-cadastra, e a seguir clique em OK.
  4. Agora você poderá ver a quantidade de créditos que possui em sua conta. Mesmo que haja uns R$ 1.000,00 disponíveis para ser sacados, a primeira transferência (a chamada de segurança) é de R$ 25 reais. Depois dessa transferência, o usuário poderá fazer quantas transações quiser.

Como transferir o dinheiro para minha conta

Nesse momento, o usuário deverá informar todos os dados bancários de sua conta corrente, e ver quando poderá realizar o próximo saque. Mesmo que você tenha feito suas compras recentemente, demora algum tempo para que esse valor seja devolvido em forma de créditos em sua conta. Por isso mesmo, é necessário ter paciência e sempre estar consultado seu saldo para saber qual é o momento certo para sacar seu dinheiro.

É possível transferir os créditos para uma conta-corrente ou poupança. Ou, caso o usuário preferir, ele poderá utilizar os créditos para abater no pagamento do IPTU.

De onde vem o dinheiro da ICMS?

Como você pode ver no artigo “Estabelecimentos Cadastrados na Nota Fiscal Paulista”, há uma lista de lojas e comércios que fazem parte do programa. Ao comprar produtos ou serviços dessas empresas, um valor do ICMS (que pode chegar até 30%) do que foi gasto é devolvido para o consumidor, geralmente em um prazo de 30 a 40 dias, e esse valor poderá ser utilizado da forma que a pessoa entender.

Contudo, é muito importante que, além de estar cadastrada no programa, a pessoa exija as notas fiscais com o número de seu CPF. É preciso que o estabelecimento registre seu CPF para que os créditos sejam creditados a eles.

E você, já aprendeu a resgatar os créditos da NFP ou ainda ficou com dúvidas? Faça um comentário e compartilhe suas questões com a gente.